Buscar
  • Iza Valadão

Tipos de madeira e a sua utilização nas construções





Existem diversos tipos de madeiras, cada um tendo as suas vantagens específicas na utilização. Confira abaixo os melhores tipos e sua utilização nas construções.


1. ANGELIM por ser uma madeira dura e fácil de trabalhar é indicada para confecção de peças largas, tais como escadas, mesas, bancos, decks de piscinas, coberturas e esquadrias. Tem textura grosseira e coloração vermelha claro. Tem custo acessível, é resistente a fungos e moderadamente a brocas marinhas e cupins.


2. GARAPEIRA é uma madeira pesada, de bom acabamento, com superfície lustrosa, lisa ao tato e dura ao corte. E por isso é utilizada em assoalhos, estruturas, corrimões, decks de piscinas, degraus de escada, esquadrias, estacas, forros, guarnições, mourões, pergolados e rodapés. Tende a escurecer com o tempo e varia da cor bege-amarelo, castanho-amarelado a levemente-rosado. Não possui cheiro e é resistente ao ataque de fungos e pragas.


3. CUMARU é uma madeira com brilho moderado, dura ao corte, possui aspecto fibroso atenuado, recebe ótimo acabamento no torneamento. Por isso é indicada para tornearia, além de pisos de assoalho, decks e construção naval. É difícil de ser trabalhada e perfurada, fácil de secar ao ar livre e possui tendência de rachar na superfície. Pode apresentar leves empenamentos, possui cerne marrom claro amarelado e é resistente a fungos e carunchos marinhos.


4. IPÊ é uma madeira dura para aplainar, fácil de lixar, sem cheiro e com cerne amarronzado. Excelente para tornear e furar e por isso muito utilizada em assoalhos, caixilhos, colunas, construção civil, corrimões, decks de piscinas e escadas, espelhos, janelas, lambris, marcos de portas, portas, molduras, paredes, pergolados, pontaletes, sacadas, soleiras e vigamentos.


5. CEDRO ROSA é leve e resistente, possui cerne marrom-avermelhado claro, textura média, brilho ausente e sem cheiro. Por ser fácil de aplainar, serrar, lixar, pregar ou parafusar é utilizado em assoalhos, bancos, batentes, caixas, chapas, colunas, construção civil em geral, degraus, engradados, espelhos, forros, mesas, molduras, móveis, paredes, portas, rodapés, vigas de telhados.


6. PINUS é uma madeira de cor clara e apresenta baixa resistência ao ataque de fungos, cupins, brocas de madeira. Por isso, é normalmente utilizada em produtos de baixa durabilidade, tais como: andaimes, brinquedos, cabos para vassouras, compensados, confecção de embalagens, formas para concreto, forros, guarnições, laminados, objetos torneados, palitos de fósforos, pallets, pontaletes, pranchas, ripas, rodapés, sarrafos e tábuas.


7. GRÁPIA é uma madeira de cor variada entre bege-amarelado a castanho-amarelado, mas tende a escurecer com o tempo. Possui superfície lustrosa e lisa ao tato, permite bons acabamento e impermeabilização, é densa, resistente a intempéries e ao ataque de fungos e pragas. Por isso é indicada para a confecção de portas, portões, janelas, portas-janelas, persianas, revestimento de portões de garagem, marcos e guarnições.


8. CAMBARÁ é também conhecida como canela, mandioqueira, possui cerne bege claro levemente rosado, brilho moderado, cheiro imperceptível, com densidade média, superfície felpuda, moderadamente dura ao corte, bom acabamento, boa colagem e é fácil de tornear. Possui resistência moderada ao ataque de cupins e por isso é usada em portas, venezianas, caixilhos, ripas, molduras, guarnições, forros, fôrmas para concretos e móveis.


9. LOURO FREIJÓ é leve e fácil de ser manuseada, possui grande variedade de tons com pequenas manchas e desenhos sobre sua superfície lisa clara. Recebe muito bem os corantes e vernizes disponíveis no mercado, o que permite excelentes acabamentos. Possui considerável resistência ao ataque de fungos e insetos. Existem outras com nomes semelhantes que, no entanto, não possuem as mesmas características. É indicada para portas e janelas.


10. ITAUBA é uma madeira pesada, com tom marrom, cerne e que escurece com o tempo. É lustrosa e lisa ao tato, possui alta resistência ao tempo e às pragas e por isso é utilizada para coberturas aparentes, colunas, decks, degraus, esquadrias, pergolados, sacadas, corrimões, móveis rústicos, revestimentos de paredes, forros, rodapés e todo segmento de marcenaria.


11. EUCALIPTO é uma madeira que não empena, possui boa resistência a pragas e possibilita um ótimo acabamento. É usado em postes, dormentes, esteios, palanques, mobiliário, assoalho, construções leves externas e internas, construção rural e paisagismo, cercas, estruturas, barracões, brinquedos, decks, estufas, galpões, mourões, móveis, pergolados, pontes, porteiras, quiosques e telhados.



33 visualizações

©2018 Iza Valadão.
Desenvolvido por Tática Web