Buscar
  • Iza Valadão

Qual é a opção ideal e mais econômica para deixar sua parede lisinha?

Atualizado: 19 de Fev de 2019




Quando estamos construindo ou reformando é normal ter dúvidas sobre os tipos de materiais e acabamento possíveis de utilizar. Isso acontece porque o mercado oferece uma grande infinidade de produtos que podem cumprir com a mesma função, mas com preços e qualidades diferentes. Um exemplo clássico é a aplicação de gesso ou massa (corrida ou acrílica) nas paredes, você sabe quais desses produtos é o mais adequado para cada ocasião?


O gesso e as massas, corrida ou acrílica, são utilizados com a finalidade de nivelar e preencher imperfeições em paredes internas e tetos de alvenaria. Apesar de ambas terem a função de equiparar e nivelar paredes e tetos, há uma diferença em relação à resistência dos produtos. Justamente por essa diferenciação, analise com atenção qual produto atende às suas necessidades. Elas consistem em um tipo de massa que são aplicadas com a ajuda de espátula ou desempenadeira de aço e lixa, em camadas finas e sucessivas, posteriormente lixadas Toda parede, antes de ser emassada, precisa ser preparada: primeiro passo é a limpeza, retire toda a sujeira, mofo, umidade e qualquer outra coisa que atrapalhe a reforma. A parede deve ser lixada para retirar a pintura antiga e massas antigas que estão acumuladas. Não esqueça de limpar o pó que fica grudado depois do lixamento, caso contrário, sua reforma de paredes será prejudicada.


GESSO é comercializado em pó, não vem pronto para uso e por isso precisa ser misturado em água antes da aplicação. O ideal é produzir o volume de gesso que será aplicado, porque, depois de seca, a massa não pode ser reaproveitada. Possui secagem rápida e é indicado para pequenos reparos em paredes e tetos. Devido a sua finura, o processo de lixamento é mais fácil, gerando menor quantidade de “poeira” na obra. Pode ser aplicado diretamente sobre os tijolos cerâmicos ou blocos de concreto. É mais barato. Realiza preenchimento e nivelamento de áreas não molháveis, porque não é resistente a água. Depois de seco pode receber tinta e em função de sua porosidade, necessita de selador para evitar gasto excessivo de tinta. Apesar do acabamento com gesso ser mais barato, já que a etapa do reboco pode ser evitada, ele é um material que está sujeito a desníveis e imperfeições.


Esse fato pode fazer com que sua economia não seja tão vantajosa, já que com o tempo e a qualquer sinal de umidade o acabamento da parede poderá ser comprometido. Se as paredes da sua casa já estão na etapa do reboco prefira a aplicação da massa corrida para alcançar um resultado duradouro e um acabamento perfeito. Utilize o gesso para reparar imperfeições pontuais como tapar buracos. O uso do gesso torna-se viável técnica e financeiramente quando a alvenaria está regular, sem saliências ou reentrâncias significativas, em áreas planas e bem alinhadas. E quando os blocos de concreto ou cerâmicos são de boa qualidade dispensam o  emboço e o reboco, sendo uma opção indicada para baixas espessuras


MASSA CORRIDA comum (PVA) é comprada em latas e já vem pronta pra uso e por isso não é necessário diluir e possui secagem rápida. É a opção mais interessante para paredes que precisam ser rebocadas – por exemplo, aquelas que receberão pregos para fixação de quadros ou suporte de televisores. É preparada para receber pintura e por isso tem maior controle de qualidade, sem variações de desempenho. É própria para receber pintura, economizando tinta. É de fácil aplicação e resulta em um acabamento liso e perfeito. Oferece um melhor isolamento acústico. Assim como o gesso, não resiste bem à água e por isso é indicada apenas para ambientes internos, não molháveis e que não sofram com as ações do tempo. Para a aplicação sobre blocos de concreto ou tijolos cerâmicos é necessário cobrir a parede com reboco. É mais caro que o gesso e o acabamento é fosco.  Quando o ambiente que está sendo reformado estiver ocupado, a melhor alternativa é usar a massa corrida por gerar menos sujeira do que o gesso. Apesar de necessitar de maior consumo de material e ter um custo maior, essas desvantagens são compensadas pela menor quantidade de poeira gerada. Existem massas mais modernas no mercado, que dispensam o lixamento.


MASSA ACRÍLICA é indicada para áreas externas e molhadas, como por exemplo, banheiros, cozinhas, áreas de serviço e fachadas. Esse material é indicado pois é mais resistente a umidade, sendo responsável por uma vedação completa da parede. Ela proporciona a formação de uma superfície mais dura que aquela formada pela massa corrida, por isso é mais difícil de ser lixada. Seu preço também é mais elevado que o da massa corrida. A pintura feita sobre ela pode ser com tinta acrílica ou tinta emborrachada.

0 visualização

©2018 Iza Valadão.
Desenvolvido por Tática Web