Buscar
  • Iza Valadão

As Certificações e Suas Vantagens


Os selos de sustentabilidade certificam produtos e serviços que levam em conta a preservação do meio ambiente. Existem certificados vindos de países diferentes, alguns são conferidos por um órgão independente e outros são autodeclaratórios. O sistema internacional de certificação e orientação ambiental para edificações é utilizado em mais de 140 países, incentivando a transformação de projetos, obra e operação das edificações, sempre com foco na sustentabilidade.


O Brasil é o quarto no ranking mundial de construções verdes, segundo relatório do GBC Internacional divulgado em 2015, ficando atrás apenas da Canadá, China e Índia. Em 2016, o país teve mais de 1.100 empreendimentos registrados e certificados. As certificações trazem inúmeras vantagens para os empreendimentos, tais como a redução dos custos operacionais e valorização do imóvel. São 5 as principais certificações presentes no Brasil. Conheça cada uma delas:

O Selo Casa Azul da Caixa Econômica Federal é uma classificação socioambiental para os projetos habitacionais que a instituição financia, com o objetivo de promover o uso racional de recursos naturais nas construções e a melhoria da qualidade da habitação. A certificação se aplica a todos os tipos de projetos de empreendimentos habitacionais apresentados à Caixa para financiamento ou nos programas de repasse.


A Certificação LEED (Leadership In Energy And Enviromental Design) conferida pelo Green Building Council Brasil (GBCB), braço da ONG Internacional criado no Brasil em 2007 para auxiliar no desenvolvimento da indústria da construção sustentável no país. A organização atua incentivando a adoção de práticas de construções sustentáveis em um processo integrado de concepção, construção e operação de edificações e espaços construídos.

A Certificação Aqua-Hqe (Alta Qualidade Ambiental) é uma certificação desenvolvida a partir da certificação francesa démarche HQE (haute qualité environmentale) aplicada no Brasil desde 2008 pela fundação Vanzolini. É um processo de gestão total do projeto para obter a alta qualidade ambiental do empreendimento de construção. É concedida com base em auditorias presenciais independentes e para obtê-la o empreendedor da construção deve estabelecer o controle total do projeto em todas as suas fases.


O selo Procel Edifica faz parte do programa nacional de eficiência energética em edificações, instituído em 2003 pela Eletrobras/Procel. Que atua de forma conjunta com o ministério de minas e energia, ministério das cidades, universidades, centros de pesquisa e entidades das áreas governamental, tecnológica, econômica e de desenvolvimento, além do setor da construção civil. A criação do programa incentiva a conservação e o uso eficiente dos recursos naturais nas edificações. Estima-se que o consumo de energia elétrica nas edificações corresponde a cerca de 50% do consumo faturado no país.


A FSC Brasil (Forest Stewardship Council) é uma organização independente, não governamental, sem fins lucrativos, criada para promover o manejo florestal responsável ao redor do mundo. Surgiu para incentivar a compra de materiais e produtos à base de madeira proveniente de manejo responsável das florestas. Hoje, a instituição é uma das que mais tem credibilidade quando se trata de certificar a procedência sustentável de produtos madeireiros e não madeireiros originados do bom manejo florestal. Vale a pena atentar para o selo quando procurar por materiais para utilizar na sua construção.


Conheça cinco edifícios que adotaram esses compromissos ambientais e as soluções trazidas por eles:

1. Prédio JK 1455 em São Paulo: O JK 1455 está localizado na avenida Presidente Juscelino Kubitscheck em São Paulo e conquistou a primeira certificação LEED ouro em 2012, após uma readequação em sua estrutura. Dentre as soluções ambientais escolhidas estão a redução do consumo de energia elétrica e melhor uso da água com reaproveitamento para as torres de resfriamento.


2. Fábrica da Coca-Cola na Fazenda Rio Grande – Paraná: É a primeira fábrica brasileira a obter a certificação LEED na categoria New Construction, atestada em 2012. As suas medidas sustentáveis vão desde a sua construção até a gestão das obras sem causar impactos a comunidade do entorno. Utiliza tecnologias e medidas de eficiência energética, tem consumo eficiente da água, controle da qualidade interna do ar e iluminação facilitada. Além disso, 41% da área total do terreno são destinados a espaços abertos e com vegetação. A fábrica possui também o maior telhado verde da América Latina e um sistema de captação de água da chuva.

3. Templo Religioso Sukyo Mahikari – São Paulo: Possui uma área total construída de 2300m², garante conforto acústico e térmico aos usuários, priorizando a iluminação natural e a utilização de brises reguláveis que reduzem a carga térmica proveniente da incidência solar. Além disso, possui um sistema de reuso da água da chuva e da água proveniente da lavagem de roupas, dos banhos e dos lavatórios. Toda essa água passa por um tratamento físico-químico e é destinada a lavagem de calçadas, rega de plantas e descarga dos vasos sanitários.


4. Escola pública Ilha da Juventude – São Paulo: Localizada na Vila Brasilândia em São Paulo, a escola é certificada pelo Processo AQUA e tem soluções arquitetônicas que evitam salas de aula muito frias no inverno e muito quentes no verão, além de serem isentas de problemas de iluminação já que usam brises em sua fachada. Ela possui também um tratamento acústico no contrapiso das quadras poliesportivas, para que o som dos jogos não atrapalhe as aulas e portas mexicanas maciças nas salas de aula, para bloquear o som.


5. Energisa – Paraíba: O conjunto de prédios da Energisa, localizado no sertão da Paraíba, possui o selo LEED. O conjunto foi construído com materiais renováveis, reutilizáveis e recicláveis, como madeira com certificação de reflorestamento, vidros laminados com baixo fator solar, tijolos cerâmico-prensados maciços e cercas de divisas com metal reciclado. Foram também utilizados recursos como: Telhas de alumínio com preenchimento de poliuretano para proteção térmica e acústica do ambiente e instalações com sistema de captação de água da chuva.






0 visualização

©2018 Iza Valadão.
Desenvolvido por Tática Web